Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Elza Soares insere música de própria autoria nos 'Brasis' que giram em torno do disco 'Planeta fome' - Radio Educadora FM

Fale conosco via Whatsapp: +55 64 992196133

No comando: Madrugadão

Das 00:00 às 05:00

No comando: Café com Viola

Das 05:00 às 08:00

No comando: Viver de bem com a vida

Das 07:30 às 08:00

No comando: Show da 103

Das 08:00 às 11:00

No comando: La Poeira

Das 08:00 às 12:00

No comando: Playlist 103

Das 08:00 às 12:00

No comando: Sequência de Classe

Das 11:00 às 13:00

No comando: Roberto Carlos – Em detalhes

Das 12:00 às 13:00

No comando: Educadora+

Das 12:00 às 16:00

No comando: Educadora+

Das 12:00 às 16:00

No comando: TOP 50

Das 13:00 às 17:00

No comando: Conexão 103

Das 16:00 às 18:00

No comando: Boteco Educadora

Das 17:00 às 19:00

No comando: Conexão Retrô 103

Das 18:00 às 19:00

No comando: Especial do Dia

Das 19:00 às 20:00

No comando: A voz do Brasil

Das 19:00 às 20:00

No comando: Expresso 103

Das 20:00 às 00:00

No comando: Expresso 103

Das 20:00 às 21:00

No comando: Expresso 103

Das 20:00 às 22:00

No comando: Apimentadas

Das 21:00 às 23:00

No comando: Cara Metade

Das 22:00 às 00:00

No comando: Cara Metade

Das 23:00 às 00:00

Elza Soares insere música de própria autoria nos ‘Brasis’ que giram em torno do disco ‘Planeta fome’

Elza Soares é cantora tão extraordinária que a atuação da artista como compositora sempre passou despercebida ao longo dos anos 60 anos de carreira fonográfica da cantora carioca. Contudo, Elza volta e meia dá voz a uma música de lavra própria.

Foram várias, a começar por Swing negrão (1972), composição à qual se seguiram Louvei Maria (1974), Língua de pilão (1977), Somos todos iguais (1985) e Lata d’água (1999), entre outros títulos do cancioneiro autoral de Elza.

Essa obra autoral ganha mais um título com o lançamento do álbum Planeta fome na próxima sexta-feira, 13 de setembro. Uma das 12 músicas do álbum, Menino tem a assinatura de Elza.

“Compus essa música anos atrás quando via a garotada brigando, um menino brigando com o outro. Percebia que daquele jeito não daria certo, que precisavam respeitar o outro desde cedo para serem adultos melhores. Aí, quando gravei Brasis nesse disco em que o repertório é tão meu, tão pessoal, tive a ideia de registrar Menino”, conta a cantora e eventual compositora.

Quando fala em Brasis, Elza se refere à composição de Gabriel Moura, Jovi Joviano e Seu Jorge que batizou álbum lançado por Moura em 2006.

O samba Brasis é uma das regravações do repertório do álbum Planeta fome ao lado de Não recomendado (Caio Prado, 2014) e de duas músicas de Gonzaguinha (1945 – 1991).

Deste grande compositor carioca, Elza revive Comportamento geral (1972) e Pequena memória para um tempo sem memória (A legião dos esquecidos) (1980) no 34º álbum da carreira.

Da safra de inéditas, há Lírio rosa (Luciano Mello e Pedro Loureiro), Blá blá blá (BNegão e Pedro Loureiro) e composição de Pedro Luís. Autor da música-título do álbum anterior da cantora, Deus é mulher (2018), Pedro reaparece no álbum Planeta fome com Virei o jogo.

Peça sua música

Pedido de Música

Preencha os campos abaixo para submeter seu pedido de música:

Clique aqui e faça o seu Pedido de Música

ANUNCIANTES